top of page

Kintsugi: O Artesanato que redescobre a Beleza da Imperfeição

Atualizado: 31 de jul. de 2023

Descubra o Kintsugi, uma forma única de artesanato japonês que transforma objetos quebrados em obras de arte. Veja como essa técnica ancestral celebra a beleza da imperfeição, realçando as cicatrizes, criando peças autênticas e singulares.


vasos restaurados Kintsugi

Você já ouviu falar de 'Kintsugi'?


Quem nunca ficou muito triste quando aquele vaso lindo ou aquela xícara de porcelana que era da nossa avó caiu no chão e quebrou em vários pedaços? A gente correu para emendar, mas por mais cuidado que tivemos, ficou marcada e tivemos a sensação de que não era a mesma peça, ou não tinha a mesma beleza.

Pois estávamos enganados. É possível que a emenda fique mais linda do que o objeto original, sabia? Concorda? Então, venha comigo e conheça uma tradicional técnica japonesa de restauração que transforma objetos antigos e quebrados em verdadeiras obras de arte!

Kintsugi, a restauração que remonta ao século XV e que celebra as cicatrizes


Kintsugi, também conhecido como kintsukuroi, é uma arte que repara objetos quebrados realçando sua beleza. A palavra "kintsugi" tem uma tradução similar a 'união em ouro'. Consiste em pegar um objeto que foi acidentalmente quebrado e colar seus pedaços usando uma mistura de cola ou epóxi resistente, combinado com pó de metal, que pode ser de ouro, prata, bronze, cobre ou até mesmo pó de mica de cores diferentes.

vaso

A peça é restaurada com linhas que realçam as rachaduras e imperfeições, que se tornam parte do objeto. Embora a técnica tradicional do Kintsugi envolva materiais específicos, como a laca japonesa (urushi) e o pó de ouro, é possível adaptá-la usando materiais mais acessíveis e disponíveis nos dias de hoje.


O Kintsugi ressalta as cicatrizes e transforma algo que seria descartado por estar quebrado em uma peça que celebra a beleza da imperfeição, da simplicidade e da transitoriedade O objeto restaurado passa a ter um novo sentido, que realça sua autenticidade e o transforma em uma peça única e especial.


A simbologia da arte – a metáfora com a vida humana


Além do significado estético, o kintsugi também carrega uma mensagem simbólica poderosa. As cerâmicas podem ser consideradas metaforicamente como uma representação da vida humana que, assim como esses objetos, enfrentam desafios e momentos difíceis que deixam suas cicatrizes. E são exatamente essas 'rachaduras' que a vida provoca, que as torna tão especiais, fortes e bonitas como a cerâmica Kintsugi.


Nos últimos anos, a arte do kintsugi vem se expandindo para o mundo exatamente por causa de sua filosofia, inspirando as pessoas a lidar com suas experiências de superação e aceitação, e lembrando-as que a verdadeira beleza é resultado de todas as imperfeições que encontramos na existência humana.



Como o Kintsugi se relaciona com o 'adolescente vintage'?


mulher com courado

O Kintsugi pode ser relacionado com o envelhecimento e aceitação das mudanças ao longo da vida. A valorização da experiência e das cicatrizes como parte de nossa história é um elemento que nos torna únicos, autênticos e singulares. Ao aceitar nossas imperfeições, abraçamos as mudanças físicas e emocionais e nos transformamos em novas pessoas, com novas oportunidades, novos projetos e sonhos. O Kintsugi também nos inspira a reconhecer a beleza existente nesta nova forma de encarar o mundo e buscar interesses que nos mantenham ativos e em constante evolução. E também celebra a autenticidade vintage como uma jornada única de cada indivíduo.

Kintsugi Moderno: Alguns passos para restauração com Materiais Acessíveis


Prepare os fragmentos: Comece organizando os pedaços do objeto de cerâmica quebrado e limpe-os cuidadosamente. Certifique-se de que todas as peças se encaixem bem antes de prosseguir.


Cole as peças: Use a supercola transparente ou o epóxi de alta resistência para colar as peças quebradas. Aplique a cola nas bordas das peças e pressione-as suavemente para juntá-las. Limpe o excesso de cola com papel-toalha ou um pano macio.


Deixe secar: Siga as instruções do fabricante da cola para saber o tempo de secagem necessário. É essencial que as peças estejam firmemente coladas antes de prosseguir.


Aplicação do pó de metal: Com os fragmentos devidamente colados, você pode começar a aplicar o pó de metal para criar as linhas douradas (ou da cor escolhida) que são características do kintsugi. Use um pincel pequeno para aplicar delicadamente o pó de metal ao longo das rachaduras e das áreas coladas do objeto. Tenha cuidado para não aplicar muito pó de uma vez; é melhor fazer camadas finas e repetir o processo, se necessário.


Polimento: Após a aplicação do pó de metal, espere alguns minutos para que ele adira bem à cola. Em seguida, use um pano macio para polir suavemente as linhas douradas (ou da cor escolhida) e remover qualquer excesso de pó. Isso dará brilho às linhas restauradas.


Finalização: Uma vez que o pó de metal foi aplicado e polido, seu objeto restaurado estará pronto para exibir. Lembre-se de que a beleza do kintsugi está na celebração das cicatrizes e rachaduras, portanto, não se preocupe se o resultado não for perfeitamente simétrico.

74 visualizações2 comentários

2 comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
Avaliado com 5 de 5 estrelas.

Quem é apaixonada pela vida e por artesanato como eu, impossível não gostar dessa matéria ❤️❤️ Arte e vida, paralelo perfeito

Curtir

Avaliado com 5 de 5 estrelas.

AApAApaixonada

Curtir
bottom of page